NOSSO BLOG

Cuidados ESSENCIAIS na TROCA de um COMANDO DE VÁLVULAS

Ao trocar um eixo de comando de válvulas é necessário tomar alguns cuidados básicos:

1 – Remover qualquer tipo de sujeira do cabeçote garantindo que o mesmo esteja bem limpo;

2 – Remover o cárter para devida limpeza, pois toda sujeira e borra de óleo estarão depositadas no mesmo;

3 – Trocar todas as peças, ou seja, comando de válvulas, balancins, tuchos hidráulicos e escoras;

4 – Trocar o óleo e filtro de óleo, garantindo uma boa qualidade na lubrificação;

5 – Nunca usar peças novas com peças velhas e de preferência usar todo o conjunto;

6 – Coloque óleo aditivo por sobre os ressaltos do comando e balancins para obter a lubrificação nas primeiras voltas do eixo comando;

7 – Verifique se a válvula de retenção está funcionando corretamente, caso contrário, o óleo do cabeçote vai retornar ao cárter quando o motor estiver desligado e quando ligar o motor novamente, até que suba o óleo, as peças trabalharão a seco e isso pode causar o desgaste prematuro nos componentes;

EVITE A QUEBRA DO EIXO COMANDO

Quando for substituir um eixo comando de válvula, verifique se há algum empenamento na parte superior do cabeçote, pois se estiver empenado poderá causar a quebra do comando. Esse empenamento geralmente ocorre quando o motor já sofreu superaquecimento.

Podemos verificar o empenamento passando o relógio na superfície do cabeçote, colocando uma régua de aço na superfície, ou ainda, fazendo a montagem, porém não colocando os tuchos e balancins, dando apenas o aperto, onde o eixo comando terá que girar livremente.

A torre (gaiola) também não pode estar: nem empanada e nem com muita folga, principalmente nos dois últimos alojamentos perto da polia dentada, caso esteja com muita folga, a correia tenciona o eixo para baixo o que pode ocasionar a quebra.

Para um perfeito e uniforme aperto, segue abaixo o esquema de aperto do cabeçote:


Encontre comandos de válvulas na Impave, distribuidor autorizado.